Pular para o conteúdo principal

Aberje reúne grandes empresas para debater o modelo de comunicação durante a crise hídrica no Brasil

Brasil Kirin, Eurofarma, Magneti Marelli, Sabesp, Sanasa Campinas e Sodexo apresentam cases sobre o consumo de água e a comunicação e conscientização de seu público

A Aberje - Associação Brasileira de Comunicação Empresarial, promove no próximo dia 24, a discussão “Água em debate: como grandes marcas estão lidando com a crise”. Na ocasião as empresas Brasil Kirin, Eurofarma, Magneti Marelli, Sabesp, Sanasa Campinas e Sodexo apresentam, por meio de seus executivos, cases sobre o consumo da água e a comunicação que a companhia está promovendo em prol da conscientização de seu público.
A crise hídrica, que atinge principalmente a região Sudeste do Brasil, tem sido um dos assuntos mais comentados pela mídia nos últimos meses. No entanto, a discussão ultrapassa as mudanças climáticas e o planejamento de obras públicas, com medidas recomendadas para economizar o recurso.

Pesquisa
A comunicação com o público também deve estar à frente para que, por meio de campanhas, os consumidores sejam engajados. Ciente deste cenário, a Aberje complementa o evento com a apresentação dos resultados de sua pesquisa sobre o comportamento das organizações diante da crise hídrica, como aspectos da comunicação, campanhas e medidas de economia.

Data: 24 de abril
Horário: das 9h às 18h
Palestrante: Executivos da Brasil Kirin, Eurofarma, Magnetti Mareli, Sabesp, Sanasa Campinas e Sodexo.
Local: Espaço Aberje Sumaré - Rua Amália de Noronha 151 – 6° andar - próximo à estação Sumaré do Metrô – São Paulo.

Sobre a Aberje
Criada em 1967, a Aberje é uma organização profissional e científica, sem fins lucrativos, que tem como principal propósito a discussão e promoção da comunicação organizacional. Seu âmbito de atuação está centrado na informação, na comunicação e no relacionamento. Os principais campos de trabalho são o advocacy, a educação, a economia criativa, a gestão do conhecimento, a inteligência da comunicação, o networking e o reconhecimento.

Comentários