Pular para o conteúdo principal

Erros que ainda cometemos ao higienizar e guardar roupas e calçados

Foto: Ale Maya

De repente você é convidado para uma festa ou um evento social. Aí você vai no seu guarda-roupas e percebe que aquela combinação de roupa que imaginou usar, está danificada, amarelada ou com cheiro de “guardado”. Quem nunca passou por essa sensação é porque sabe como preservar as roupas para não ter surpresas nessas horas. Mas isso é consequência de erros básicos ao guardar as roupas depois de eventos inesquecíveis. Isso vale para os sapatos também.

O mesmo acontece com a chegada das estações frias, principalmente em Curitiba, que o clima muda de uma hora para outra. Apesar de sabermos que guardar as peças de forma correta, pode evitar constrangimentos, surpresas e até mesmo problemas respiratórios, acabamos não dando tanta importância e fazemos errado.

A empresária Birgit Keller Marsili, sócia-proprietária da Lavoutique Lavanderia & Costura, lembra que os anos passam e continuamos tratando das roupas sem o devido cuidado. Segundo ela, hábitos simples podem resolver o problema, mas é preciso conhecer o tipo de tecido e não cair na tentação de tentar resolver o problema em casa, com aquelas receitas mirabolantes que nossos avós faziam.

“Algumas pessoas têm o hábito de chegar em casa após um evento e largar as roupas de qualquer jeito. Por isso acabam tendo essas e outras surpresas. É comum mancharmos as roupas com bebidas, comida e maquiagens. Algumas manchas ficam imperceptíveis num primeiro momento, mas podem ficar marcadas para sempre nos tecidos. Outro erro é tentar tirar a mancha em casa, com um produto inadequado. O que pode agravar ainda mais o problema”, explica.

Para relembrar e esclarecer dúvidas sobre a forma correta de conservar e higienizar as roupas, a empresária aponta erros graves que cometemos e traz dicas importantes para não perdermos aquela roupa perfeita, após o uso.

É correto guardar vestidos e ternos na vertical?
Normalmente eles podem ficar pendurados em cabides, mas nunca dentro de plásticos. Modelos com detalhes como pedrarias, metais e outros adereços devem ser armazenados na horizontal em caixas. Se forem brancos, eles devem ser guardados envoltos em papel de seda azul. Os ternos não devem ser guardados em capas protetoras que vêm da loja e devem ser pendurados em cabides largos e com a ombreira para não marcar o tecido, assim como a dobra da calça deve ser pelo vinco. As capas protetoras podem ser usadas apenas para viagem e transporte. As peças devem ser lavadas após o uso antes de serem guardadas no armário. O paletó deve ser pendurado desabotoado e as camisas devem ser penduradas com o botão do colarinho abotoado.

Quais as manchas mais difíceis de serem removidas?
É importante ressaltar que para cada tipo de mancha, existe um produto e um procedimento específico para removê-las. Manchas de champanhe e barra encardida são bem comuns depois de uma festa. Cada mancha é tratada com um produto específico, depois é feita uma pré-lavagem manual e, conforme o tecido, ocorre a lavagem no Wet Cleaning. Antes de remover uma mancha, os profissionais identificam se a nódoa foi causada por uma proteína, vegetal, açúcar ou gordura. É importante saber a origem para estabelecer os produtos adequados a serem usados no processo de remoção.

Todas as manchas são removíveis?
Para cada tipo de mancha, seja gordura, vinho, batom, chocolate, tinta de caneta e tantas outras existe sempre uma receita caseira. Porém, na maioria das vezes a tentativa de tirar a mancha em casa é frustrada ou pode agravar o problema. Muitas vezes, além do processo caseiro não resolver, pode ser que na lavanderia a tentativa torne o processo ainda mais difícil, embora não seja impossível. Manchas amareladas de roupa guardada, mofo e bolor são as que não têm garantia de serem retiradas, pois dependendo do tipo de tecido e do tempo da mancha..

É necessário retirar pedrarias, adereços em metal ou bojos para tratar uma peça?
Às vezes é necessário desmontá-la e lavar cada parte separadamente. A lavagem de um vestido envolve um trabalho totalmente artesanal. Alguns vestidos podem ser lavados a seco, exceto os com pedrarias e apliques plásticos, os quais podem descolar ou se dissolver dentro da máquina. Roupas com detalhes em metal, como fivelas, botões ou aplicações em couro, se colocadas na máquina de lavar, podem danificar a peça e inclusive o eletrodoméstico.

Secar os calçados no sol tira o mau cheiro?
O mau cheiro é proveniente da formação de bactérias e fungos, os quais são encapsulados ao borrifar-se algum produto nos calçados e tênis. Jamais devem ser colocados para secar ao sol. Tecidos com mofo devem ser lavados, pois só a exposição ao sol não remove o fungo. À sombra o processo é um pouco mais lento, mas evita manchas e garante a conservação do calçado. Sapatilhas, sapatênis e patins também precisam de cuidados especiais. No caso dos tênis, as pessoas os deixam de molho com produtos de limpeza, para remover manchas de lama ou outras sujeiras. Há ainda aqueles que colocam o calçado para lavar dentro da máquina. A limpeza do tênis não dura mais que uma hora e deve ser feita manualmente, com escovinhas e produtos específicos. O mais importante é secar os tênis à sombra, se necessário com o auxílio de um ventilador.

É correto torcer as roupas após a higienização?
Normalmente as pessoas colocam as peças na máquina de lavar e ainda as torcem antes de estendê-las no varal. São dois erros graves que podem comprometer definitivamente as fibras do tecido, além de mudar a forma e desbotar com mais facilidade. A melhor forma de lavar roupas de lã é por meio da lavagem a seco. Assim como os tênis, as roupas não devem ser expostas diretamente ao sol, independente da cor, pois a luz direta pode interferir na coloração original do tecido. O ideal é secar todas as peças à sombra e algumas, inclusive, devem ser secas na horizontal e não penduradas no varal. Secadoras também não são indicadas, pois podem encolher os tecidos, não somente na primeira secagem, mas em longo prazo.

Por que é errado usar alvejantes comuns no tratamento de roupas brancas?
Outro erro comum está relacionado às roupas brancas. Geralmente são deixadas de molho e no alvejante, ou então, seguindo a crendice, deixadas ao sol ensaboadas com sabão de coco. O grande problema dos alvejantes comuns é a presença de cloro na composição, o qual danifica a fibra do tecido, desgastando a roupa mais rapidamente.

Comentários