Pular para o conteúdo principal

“CHERRY ROCK” em festa

O duo acústico Cherry Rock

O duo acústico feminino “Cherry Rock”, formado pelas cantoras e compositoras Michele Mabelle (voz e percussão) e Jade Skrabe (voz e violão) está comemorando um ano de trabalho. E para marcar a data, faz uma apresentação no Santa Marta Bar, nesta quarta-feira (13) quando é comemorado o Dia Mundial do Rock. Nesta mesma data e local se apresentam também a banda Blindagem e Tributo a Cazuza, por André Juan & Banda.

No ano passado, quando iniciou suas apresentações com músicas autorais, a “Cherry Rock” tomou uma iniciativa audaciosa: levou a música para as ruas de Curitiba e Região Metropolitana. E não parou aí. O próximo passo do duo, ainda este ano, é o lançamento de seu primeiro CD. Para tanto a dupla está em estúdio realizando gravação que contará com 7 faixas composta por elas.

“As músicas falam o universo feminino, com um olhar irônico e divertido”, explica Jade Skrabe. A produção do CD é do contrabaixista Paulo Juk, da banda Blindagem e a previsão de lançamento é até novembro deste ano.

“É gratificante ver novos talentos surgindo. A Cherry Rock, tem os ingredientes necessários para o sucesso, com musicas autorais de boa qualidade e determinação para aquilo que desejam. Com certeza, Curitiba terá uma boa surpresa com este CD que está sendo trabalhado com carinho e muito profissionalismo e excelente qualidade de estúdio”, comenta o músico Paulo Juk.
A “Cherry Rock” mistura ritmos musicais como rock, blues e folk e música brasileira.

Um dos projetos que destacam a dupla “Cherry Rock” no cenário musical de Curitiba é o "Rock De Rua". Segundo Michele Mabelle este projeto foi criado por elas com o objetivo de levar música ao vivo para pessoas que não frequentam os bares fazendo a música chegar até todos de uma forma ousada e alegre nas ruas de Curitiba e Região Metropolitana. “Afinal a arte precisa e deve ser democratizada” complementa ela.

Com uma apresentação itinerante a mensagem deixada por elas através de uma linguagem dinâmica e bem-humorada, “vem ao encontro com o comportamento da mulher na atualidade, que tem se mostrado cada vez mais presente em todos os aspectos da sociedade”, enfatiza Michele.

Durante um ano de trabalho, que agora é comemorado, a dupla traz na bagagem a experiência de muitos shows, passando por bares em Curitiba, Região Metropolitana, litoral, interior do Paraná e Santa Catarina.

Entre as apresentações, destacam-se o Festival Cultural Palco Principal, na Rua XV de Novembro de Curitiba, Sebas Rock Bar, Harvest Bar, Aqualung Bar, Dom Capone Pizza Rock, Filomena Bar, Quintal do Monge (Largo da Ordem), Riders Pub, Dom Brot (Guaratuba), Garage Jazz Blues (Ponta Grossa), Festival Rock San John (SC) , Museu Oscar Niemeyer, Atelier da Art, Teatro do Sesc de São José dos Pinhais. E o “Rock de Rua”, que é show esporádico itinerante, na Boca Maldita e Feira do Largo da Ordem.

Recentemente gravaram para o documentário "Sons da Cidade” a convite do artista e compositor paranaense, Celso Loch, uma versão inédita criadas por elas para a música " Brincadeira tem Hora” de Celso Loch e Paulo Leminski. Também participaram do programa de "TV Ruas Sonoras" da TV eParaná.

Comentários

jdejuk disse…
Nesta quarta-feira (13) Dia Mundial do Rock no Santa Marta Bar