Pular para o conteúdo principal

Exclusividade natural

Uso de madeira reaproveitada e designs únicos geram diferenciação em ambientes.

A exclusividade começa pela natureza a partir do momento em que o próprio meio ambiente descarta as matérias-primas que não serão mais utilizadas - são partes de diversos tipos de madeiras, de tamanhos e estilos variados, que ficam sem destino certo. Ao observar este fato recorrente, a Boulle Móveis de Fundamento encontrou uma forma de reaproveitar os materiais e ao mesmo tempo criar móveis e objetos únicos com o trabalho de designers, escultores e artesãos.
De acordo com Ugo Guttierrez Neto, designer e sócio proprietário da Boulle Móveis de Fundamento, a busca por objetos e móveis que fujam do tradicional é uma tendência cada vez mais evidente. “Cada pessoa é singular com personalidade e necessidades diferentes, e no momento de escolher o mobiliário isso não é diferente. A utilização de troncos e raízes de formatos orgânicos e únicos permite oferecer a exclusividade que tantos procuram. Ao usar materiais que a própria natureza descartou, conseguimos imprimir a história e o desejo de cada cliente, transformando a madeira a partir de um trabalho totalmente artístico”, detalha Ugo.

Ambiente da Arquiteta Rosa Dalledone

Segundo a arquiteta Rosa Dalledone, a junção da exclusividade e uso inteligente da madeira pode ser considerada sinônimo de luxo no decór. “Muitos definem luxo como o uso de grifes, design requintado ou alta tecnologia agregada. Mas é notável que muitos identificam o luxo em algo que seja realmente exclusivo, único e natural – e são exatamente essas características que encontramos na natureza. Peças neste estilo tiram partido de elementos naturais adaptados para uso e é possível apropriá-las a diferentes ambientes, sejam eles residenciais, comerciais ou corporativos. O ar brutalista de tais itens traz a força da natureza para a ambientação, gerando um contraponto com diversos estilos”, afirma a profissional.

Ambiente da arquita Tessy Tebchirani

Para a arquiteta Tessy Tebchirani, cabe ao profissional saber incluir os itens com equilíbrio e personalidade. “É essencial focar na funcionalidade e saber valorizar o móvel utilizado. Pela exclusividade do material e da peça, não existirá nada idêntico e é justamente isso o que algumas pessoas procuram. Vale também fazer a demarcação de um cenário com bastante identidade, escolhendo itens que remetam ao morador e que causem um efeito especial na proposta da decoração”, finaliza a arquiteta.

Comentários