Pular para o conteúdo principal

Inverno liso

Depiladoras do salão W Crystal dão dicas para manter a pele lisinha e hidratada na temporada mais fria do ano.

No inverno o corpo está menos à mostra, mas nem por isso a depilação pode ser deixada de lado. Afinal, é um carinho e um cuidado da mulher com o próprio corpo, independentemente da estação do ano. Umas das vantagens de fazer depilação em dias mais frios é a menor probabilidade de surgimento de alergias e manchas na pele. Isso porque não ocorrem as irritações decorrentes do calor e da exposição solar. As depiladoras do salão W Crystal, no Shopping Crystal, explicam que entre os métodos de retirada dos pelos, a opção mais indicada para esta época é a cera quente, para qualquer parte do corpo. Os poros ficam ainda mais fechados com o frio e ela ajuda a abri-los, comenta a depiladora Leda Autieri. “É um detalhe que facilita muito a remoção dos pelos e a mulher sofre menos com dor e quebra dos fios.”

Foto: Schutterstock

Um dos cuidados mais importantes é evitar os banhos muito quentes, pois deixam a pele mais ressecada. “Ela precisa estar hidratada, para facilitar o procedimento, sem traumas. Assim como após a depilação, pois é preciso acalmar a pele”, explica a depiladora Alaide Vaz. Esta hidratação também deve ocorrer de dentro para fora. “É natural bebermos menos líquido quando está mais frio. Se a temperatura é desconfortável, invista nos chás. Eles são ótimos aliados para hidratar o organismo”, complementa. A esfoliação é fundamental para a depilação. Ela remove células mortas e permite que a pele respire. O ideal, segundo Alaide, é esfoliar a pele duas vezes por semana e pelo menos 24 horas pré-depilação, de preferência antes de dormir. “É durante o sono que os ativos hidratantes são absorvidos. O método evita principalmente o encravamento dos pelos, muito comum nesta época, pelo uso de roupas mais quentes e rentes à pele”, diz.

Procedimentos médicos
Muitas pessoas escolhem o inverno para realização de procedimentos de reparação estética, como tratamento de renovação celular, por exemplo. Como a pele fica muito sensível, a região não deve ser depilada. “Veja com o médico responsável quando a pele, nestes casos geralmente buço e sobrancelha, estará apta para ser depilada novamente”, sugere Leda, que lembra da importância também do uso de filtro solar contra os raios UVA e UVB, mesmo no inverno.

Comentários