Pular para o conteúdo principal

Conquistas e derrotas de quem está a sua volta



Nos relacionamentos interpessoais a troca de experiências é comum e necessária para o crescimento individual. Desta forma, pessoas costumam expor suas conquistas, e também suas dificuldades, umas às outras a fim de receber o apoio ou aprovação de seus atos.

Sendo assim, quando alguém recebe a notícia que uma pessoa querida está passando por uma fase ruim, é importante que ele esteja bem para poder ajudá-la, acredita a coach Cibele Nardi. “Se eu estou bem, tenho que blindar as minhas emoções e entender que este problema não é meu e não posso sofrer com ele também”, explica.

A partir deste momento o apoio é importante. Isso não significa concordar com o posicionamento do outro, mas motivá-lo a resolver este problema. “O grande erro das pessoas, e principalmente dos pais, é tentar resolver a questão por conta própria, colocando o outro em uma zona de conforto que irá impedir seu crescimento”, argumenta Cibele. Outra grande dica da profissional é não alimentar a dor dessa pessoa, mas sim, ajudá-la a encontrar formas de enfrentar a situação.

Já quando a situação é inversa, e os resultados de quem está a sua volta são melhores do que os seus, você se sente incomodado? Há um percentual de inveja? “Nestes casos o problema pode ser resolvido internamente. Questões como “quem eu quero ser? “ e “como eu sou?” podem mostrar algum tipo de insatisfação que transparece nestes momentos”, esclarece a coach. Para driblar esse sentimento, ela aconselha um reajuste dos pensamentos para conquistar os objetivos e se tornar uma pessoa plena.

“É preciso parar de achar a grama do vizinho mais verde e começar a valorizar a sua. Caso as coisas não estejam como você sonhou, procure novos caminhos para mudar. Use essas pessoas que você costumava ter inveja, como uma fonte de inspiração para trilhar seu próprio caminho”, finaliza.

Comentários