Pular para o conteúdo principal

Nem tudo é permitido nas unhas infantis



O Nail Bar Tête-à-Tête, localizado no Alto da XV, em Curitiba, tem mais de 1.200 esmaltes importados e nacionais, entre eles dezenas exclusivamente infantis. O motivo, segundo as proprietárias Flávia Cavassim Nakamura e Letícia Cavassim é que as crianças não podem utilizar os mesmos produtos das mães, porque a pele é mais sensível e a criança coloca muito a mão na boca, além de não ter uma higiene perfeita, o que é muito normal.

“Não é recomendável também tirar a cutícula”, afirmam as empresárias, acrescentando que basta manter a unha bem curtinha e lixada, o que já deixa a mão infantil com sua beleza natural.

Quanto à esmaltação, as crianças geralmente pedem decoração ou adesivo, com muitas cores ou temas da moda. “Aqui no Tête-à-Tête não só temos uma gama imensa de cores, mas também muitos adesivos para elas escolherem”, comenta Letícia. Além disso, a criança pode trazer um modelo de unha que deseja, caso já tenha visto em outro lugar, para as profissionais do Nail Bar copiarem.

O mais importante é que o produto utilizado seja especial para as crianças. “Mesmo que seja uma esmaltação simples, nós não abrimos mão de usar marcas exclusivamente para o público infantil”, ressalta Flávia. Para ela, isso garante não só a saúde da criança, mas também a confiabildiade do serviço que o Nail Bar presta, sempre com excelência e qualidade.

O valor da unha infantil é de R$ 10 mais a decoração, que varia de R$2 a R$8, dependendo do grau de dificuldade e do número de unhas que recebem a arte.

Comentários