Pular para o conteúdo principal

Decoração inteligente para quartos pequenos



Sofrer com a falta de espaço? Nada disso! Mesmo com os apartamentos cada vez mais diminutos de hoje em dia, com planejamento e atenção é possível criar quartos funcionais e confortáveis. Confira as dicas da designer de interiores Caroline Coraiola para aproveitar cada cantinho do seu dormitório com soluções criativas que vão facilitar o seu dia a dia.

Para a designer, os móveis planejados ou sob medida são os mais indicados em ambientes pequenos. “Com eles é possível aproveitar os espaços de maneira mais funcional. Nos guarda-roupas, opte pelas portas de correr, que não ocupam espaço quando abertas. Escrivaninhas podem ser embutidas, para somente ocuparem área de circulação quando forem ser utilizadas. Se sobrar espaço entre o pé da cama e a parede, peça para um marceneiro criar um baú com portas deslizantes”, ensina.

Quem prefere os móveis prontos também pode realizar algumas medidas para aproveitar melhor os espaços. “Uma boa saída é alterar um pouco a estrutura original, com a ajuda de um marceneiro. Nos cabideiros que vão até o chão, por exemplo, é possível criar prateleiras para sapatos. Colocar espelhos nas portas do móvel, se ele for de boa qualidade, também é uma solução bacana, pois além de economizar o espaço na parede, que seria utilizado com o espelho, eles dão a sensação de um cômodo bem maior”, acrescenta Caroline.

No criado-mudo, em vez de abajures, aposte em luminárias tipo pendentes ou arandelas. “Elas deixam o espaço livre no móvel. Já na escolha da cama, opte pelas versões com gavetões ou baús, que servem para guardar diversos objetos. As gavetas são perfeitas para roupas ou sapatos, enquanto o baú recebe cobertores, almofadas e travesseiros sem muito uso”, exemplifica Caroline.

Segundo Caroline, mesmo com todas estas dicas, a ajuda de um arquiteto ou designer pode ser de grande valia nestes casos. “Um profissional consegue visualizar melhor onde podem ser inseridos nichos especiais, além de saber aproveitar os espaços sem atrapalhar a circulação no cômodo, situações importantes em casos de ambientes pequenos”, completa.

Comentários