Pular para o conteúdo principal

Organização Beleza Nacional inicia nova campanha e abre as inscrições para Miss Terra Belezas do Sul

Equipe da Organização Beleza Nacional com parte das atuais Misses

A Organização Beleza Nacional, que tem à frente o empresário George Sada, iniciou oficialmente as inscrições para seu grande concurso Miss Terra Belezas do Sul na noite de terça-feira, 10 de junho. As inscrições acontecem exclusivamente ‘on line’ pelo site www.orgbelezanacional.com.br para moças maiores de 18 anos, com altura igual ou superior a 1,68m de altura, que nunca tenha sido casadas e nem tenha tido filhos e sejam residentes nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

O certame, que terá como slogan “Minha Vida é uma Beleza”, que incentiva a proteção e a defesa de animais abandonados, e acontece de 12 a 15 de agosto em Curitiba, terá desfile final no Teatro Regina Vogue e irá eleger duas representantes de cada estado para participarem do concurso Miss Terra Brasil 2015.

As interessadas em participar da disputa devem preencher ficha exclusivamente no site, até a data limite de 25 de julho, com envio de informações pessoais e profissionais e de duas fotos, sendo uma de rosto e outra de corpo inteiro. As selecionadas como candidatas ao Miss Terra Belezas do Sul terão seus nomes confirmados até o final do mês de julho, com exceção das cidades que promoverão seus concursos próprios em datas diversas.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail contato@orgbelezanacional.com.br.

Sobre a Organização Beleza Nacional
A OBN - Organização Beleza Nacional nasceu de um ideal do empresário e diretor teatral George Sada, que desde 1983, atua na realização de concursos de beleza por todo país. Em associação à fotógrafa e comunicadora Fabiana Guedes, a empresa tem como principal objetivo descobrir jovens engajadas em soluções para um mundo melhor, como a defesa de projetos em prol do meio ambiente, saúde e Direito Humanos.
Atualmente, a OBN é responsável pelos concursos estaduais Miss Terra Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo, que escolhem as representantes ao certame nacional sob a orientação da Look Top Beauty Produções, de Minas Gerais. A partir de 2014, a OBN é também franqueada no Brasil da Associazione Culturale In Progress, organizadora do concurso Miss Progress International, com sede em Taranto, na Itália.
O início das inscrições para o concurso Miss Terra Belezas do Sul, que elegerá as representantes do Sul para o Miss Terra Brasil coincidiu com o lançamento de sua página na Internet, a www.orgbelezanacional.com.br.


Sobre Misses Terra Belezas do Sul
Criado em 2001, pela empresa Carousel Productions Inc., o Miss Terra se difere das tradicionais competições de beleza feminina por ter como objetivo aliar a beleza física a um propósito de grande interesse social: a defesa da causa ecológica. Desde 2008, a Look Top Beauty Produções Ltda é a representante exclusiva no Brasil da franquia do concurso Miss Earth (Miss Terra), que reúne, anualmente, em Manila, Filipinas, cerca de 100 países.
Desde a criação do concurso internacional, George Sada idealizou o Miss Belezas do Sul, ocorrido pela primeira vez em 2002, tornando-se um projeto, neste ano, de cunho nacional. No ano seguinte, o Paraná venceu o Miss Terra Brasil, com Pricila Zandoná, que no mesmo ano classificou-se em segundo lugar no certame internacional, sendo superada apenas pela hondurenha Dania Prince. Para este ano, o Miss Terra Brasil, terá duas representantes por Estado, escolhidas em concursos regionais. Em 2013, foram seis beldades disputando a coroa nacional e Rafaeli Ringenberg, atual Miss Terra Paraná, conquistou o 4º lugar no certame e o título de Miss Terra Fogo Brasil 2013.
Na edição 2014, o Miss Terra Belezas do Sul promoverá a discussão sobre a proteção e a defesa de animais domésticos, possibilitando o incentivo de adoções e maiores cuidados com estes amigos bichos. Também estarão atuantes nestas atividades, Ong’s parceiras, que realizam resgate de animais abandonados, em busca de soluções para reduzir o número de animais de rua.

Comentários