Pular para o conteúdo principal

Facebook é a rede social que mais provoca emoções

Não é de hoje que é possível identificar uma onda de emoções reveladas por meio de posts compartilhados entre os usuários das redes sociais. Um estudo realizado durante janeiro deste ano pela Rebtel, provedor de VolP Móvel semelhante ao Skype, com 1.632 jovens acima de 18 anos, revelou que o Facebook é o site que mais manifesta sentimentos  nos usuários, sendo que 45,9% disseram que a rede social causa um efeito positivo no humor e para 18,7% provoca estresse.

Os entrevistados apontaram maior probabilidade de serem influenciados positivamente pelo Facebook, enquanto o Youtube vem na sequência com 17,5% e o Linkedin, em terceiro lugar, com 6,5%. Para o CEO da Rebtel, Andreas Bernstrom o resultado da pesquisa ajuda entender o momento da comunicação. "Nosso relatório de mídia social ajuda a pintar um retrato interessante de nossos gostos e preferências de comunicações em evolução e até mesmo atividades rotineiras, como a verificação de amigos em locais inesperados e que podem ter um efeito adverso sobre nosso relacionamento", diz Bernstrom.

Luís Felipe Cota, cofundador e diretor de Marketing da agência Goomark, acredita que o motivo dos fortes sentimentos causados pelas redes sociais deve-se, em grande parte, ao tempo de permanência na rede. “Hoje os usuários checam as atualizações no feed de notícias e visualizam os perfis de amigos constantemente. Tal comportamento gera uma forte onda de sentimentos, já que o público acompanha em tempo real as mudanças em posts, imagens, frases, vídeos e outros conteúdos capazes de emocionar e alterar o humor”, diz Cota.

Tempo médio de navegação no Brasil - Segundo especialistas, as emoções provocadas nos usuários das mídias sociais têm como pano de fundo a constatação de que o brasileiro é quem mais dedica tempo para navegação. Isso porque o Brasil é o segundo país no ranking de usuários conectados ao Facebook, com uma média de 8 horas mensais, mais do que a média mundial de 6,3 horas mensais, conforme identifica um estudo divulgado pela comScore.

Do total de brasileiros que usam o Facebook, 37% deles acessam a rede por meio de smartphones e 15% via tablets. O estudo também revela que as atividades mais praticadas na rede são postar fotos, 82%, usar a ferramenta curtir, 74%, e 73% preferem checar atualizações dos amigos no feed de notícias.

Comentários