Pular para o conteúdo principal

Editora Bonijuris lança livro com lições e curiosidades do português brasileiro


A editora Bonijuris e a autora do livro “Não Tropece na Língua: lições e curiosidades do português brasileiro”, Maria Tereza de Queiroz Piacentini, convidam para o lançamento da obra na próxima quinta-feira, dia 8 de novembro, na livraria Cultura do Shopping Curitiba. A sessão de autógrafos começa às 19 horas. 

A edição inicial do livro sairá com 15 mil exemplares, cinco vezes maior que a usual no Brasil. Dois mil feitos em edição de luxo, com capa dura e fraque e 13 mil em edição econômica, com capa flexível, dos quais 10 mil para distribuição gratuita a bibliotecas e escolas públicas de todo o país.

Esta iniciativa é totalmente particular, não envolve qualquer verba pública ou incentivo fiscal. Sua concretização tornou-se possível graças ao apoio de empresas de cobrança de taxas condominiais, hoje com 60 escritórios em 10 estados do Brasil, mantenedoras da Associação dos Condomínios Garantidos do Brasil (ACGB/Vida Urbana), entidade voltada à melhoria do meio ambiente urbano em Curitiba.

De acordo com o advogado Luiz Fernando de Queiroz, a publicação das colunas  em forma de livro impresso concretiza um sonho de mais de 10 anos, quando ainda o livro “Não Tropece na Língua” estava em sua primeira edição na internet, no início do século.  “Já então vínhamos insistindo com a Maria Tereza para que colocasse o conteúdo em papel, pois ainda não há forma mais fácil e gostosa de ler um texto, sem esquecer que torna rápida e contextualizada a pesquisa desejada” lembrou Queiroz.

O advogado lembra ainda, “se ficássemos somente no digital, dificilmente futuras gerações poderiam ter acesso a este belíssimo acervo de orientações sobre o bom uso da língua portuguesa, como é falada e escrita nesta época, no Brasil”.

Agora que o sonho foi realizado, podemos lançar um desafio ainda maior: o de levar um exemplar do livro “Não Tropece na Língua” para cada uma das mais de 300 mil escolas públicas nos próximos dez anos.

Para alcançar essa meta serão necessárias muitas reimpressões do compêndio, o que será factível através da venda da edição comercial e do patrocínio de empresas que queiram associar seu nome a uma proposta que visa efetivamente melhorar o nível do ensino no Brasil, sem o discurso da ‘sustentabilidade’ e outros recursos meramente promocionais.

“Temos até o ano 2022 para completar este sonho, tão grande que parece uma utopia. É uma missão difícil, sim, mas não impossível”, finaliza Queiroz.

Sobre a autora
Maria Tereza de Queiroz Piacentini, catarinense, licenciada em Letras (Português e Inglês), com Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Reside em Florianópolis/SC.

No seu histórico profissional constam importantes trabalhos como revisora e redatora oficial de diversas repartições públicas, como Fundação Catarinense de Cultura, Casa Civil, Secretaria de Estado da Educação e Assembléia Legislativa, destacando-se a revisão gramatical da Constituição do Estado de Santa Catarina de 1989.

Lecionou na Associação dos Magistrados do Trabalho/SC, no Tribunal de Justiça/SC e na Escola Superior da Magistratura - ESMESC.

Atualmente ministra cursos de português, revisa livros - incluindo revisão técnica de traduções do inglês e francês - e, como diretora do Instituto Euclides da Cunha, sediado em Curitiba/PR, é responsável pela consultoria de português e pelos textos do sítio Língua Brasil.

Além desta obra, a professora Maria Tereza lançou Só Palavras Compostas: manual de consulta e autoaprendizagem (2000 e 2010), Só Vírgula: método fácil em vinte lições (1996, 2003 e 2009), Não Tropece na Língua - Crase, pronomes & curiosidades (2003) e Português para Redação Empresarial (1987).

Comentários