Pular para o conteúdo principal

Paraná Business Collection ganha segunda edição no ano


O Paraná Business Collection (PBC) dá um passo importante e entra em nova fase em 2012. Pela primeira vez com uma segunda edição no ano, ele antecipa as tendências para o próximo inverno, em sintonia com o calendário mundial. Importante também a entrada de marcas de Santa Catarina e Rio Grande Sul no Showroom de Negócios, um dos braços do PBC, que conta ainda com desfiles e uma programação de eventos paralelos. Uma realização da Fiep (Federação das Indústrias do Estado Paraná), através do Conselho Setorial da Indústria Têxtil e Vestuário do Paraná, e do Sebrae/PR (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Paraná), a sétima edição do Paraná Business Collection será de 6 a 10 de novembro, no Centro de Eventos Fiep.

Com o tema “A moda de corpo inteiro”, o PBC coloca os acessórios no centro das atenções. Afinal, como diz Paulo Martins, diretor artístico do evento e que divide a coordenação geral do PBC com a jornalista Nereide Michel, “a moda é da cabeça aos pés, não só a roupa”. “O acessório é gerador de tendência, faz parte do processo de criação e acrescenta um quociente cool a qualquer look”.

Para o presidente da Fiep, Edson Campagnolo, o PBC reflete a força da indústria do vestuário do Paraná, que gera cerca de 98 mil empregos. “Mais do que produzir roupa, os empresários estão produzindo moda e com um grande diferencial em design e qualidade”, observa. Na avaliação do diretor-superintendente do Sebrae/PR, Allan Marcelo de Campos Costa, com as mudanças o PBC passa a ter responsabilidade ainda maior. “Estimulando negócios com empresas de estados vizinhos que também apostam na moda como um diferencial no mercado”, ressalta. Na avaliação de Marcelo Surek, coordenador do Conselho Setorial da Indústria Têxtil e Vestuário do Paraná, a nova roupagem permite também que os lojistas planejem mais suas compras. “Teremos um business reformulado para que cada vez mais o comprador encontre o que deseja, faça bons negócios e retorne. Afinal é o nosso objetivo criar relacionamento entre a indústria e o lojista”, diz.

Comentários