Pular para o conteúdo principal

O curso de Fotografia do Centro Europeu


O curso de Fotografia do Centro Europeu conta com um time de professores de ponta, para preparar profissionais capacitados e prontos para o mercado de trabalho. Um exemplo disso é o ex-aluno Diego Pisante, que está com a agenda lotada de eventos e tem conquistado cada vez mais espaço no mercado de trabalho. Além de proporcionar uma carreira consistente, a fotografia pode render ótimas experiências, como a que está vivendo o professor da escola Leandro Taques, que está na China aproveitando o clima de Olimpíadas para fazer belas imagens.
O Centro Europeu tem em sua equipe nomes renomados para ensinar aos seus alunos, como ser um profissional de fotografia de acordo com as exigências do mercado. Um destes professores é Fernando Ziviani, especialista em foto publicitária, que conta com mais de 30 anos de profissão e tem clientes empresas como a Prefeitura de Curitiba, a Coca-Cola, Petrobras Distribuidora e outros. Ziviani explica que um dos grandes diferenciais da escola são os professores. “Todas as pessoas que lecionam no curso são profissionais inseridos com destaque no mercado de trabalho em suas áreas de atuação. Esta característica é importante, pois traz para o curso tudo que há de mais inovador e atual na área”.
O fotógrafo Diego Pisante fez o curso no Centro Europeu em 2005 para aperfeiçoar os conhecimentos que tinha. “Eu já fotografava, mas queria lidar de maneira ainda mais eficiente com a máquina. Durante as aulas, aprendi a controlar melhor a luz e a trabalhar com a luminosidade disponível em um ambiente, além de desenvolver outros conceitos e práticas”, afirma. Para Pisante, além de um bom curso, este profissional precisa ter talento e muita dedicação. “O toque pessoal nos trabalhos é o diferencial de cada fotógrafo”, explica. Para o professor Ziviani este aspecto também é importante. “A fotografia não é uma ciência exata. É preciso dinamismo, versatilidade e bons equipamentos para poder desenvolver as diferentes abordagens de um tema ou de um produto”, conta.
Pequim
O professor Leandro Taques de fotojornalismo e fotodocumental do curso de Fotografia do Centro Europeu está em Pequim em busca de boas imagens, aventuras e integração com uma nova cultura. Muito mais que acompanhar as Olimpíadas, o fotógrafo quer conhecer outros povos. “Como sempre faço nas minhas viagens, estou aqui pra me misturar com as pessoas. Comer em um local típico, tomar algo com os chineses, circular nos variados ambientes, desde as áreas "chiques" - como shoppings – até locais mais populares - como feiras livres e mercados populares. Enquanto faço isso, carrego minha câmera e tiro fotos”, conta.
Taques ainda não sabe o que fará com o material produzido na China. “Por enquanto estou publicando tudo em um blog. Tem dado um retorno bacana e as pessoas estão comentando bastante. Provavelmente farei uma exposição das fotos ao voltar”, conta o fotógrafo, que já tem um livro publicado, em parceria com o jornalista Julio César Lima. A obra “O Retrato da Paz – Angola – África”, lançado em 2007, é o resultado de uma viagem de 40 dias pela Angola.
As imagens produzidas por Leandro Taques podem ser vistas e comentadas no site http://www.blogdotaques.blogspot.com/.
Serviço:
O curso de Fotografia do Centro Europeu tem duração de um ano letivo e é realizado na sede da Rua Brigadeiro Franco, 1700. Informações no site www.centroeuropeu.com.br ou pelo telefone (41) 3222-6669.

Comentários