Pular para o conteúdo principal

Desenhos animados e o desenvolvimento infantil



Convidado por sua professora e futura colega de profissão Valéria Túlio, Flávio St Jayme deixou por alguns momentos os compromissos da Clockwortk Comunicação para comandar um bate-papo com as meninas do magistério do Colégio Sion. Nesta conversa, ele propõe a percepção de um paralelo entre os desenhos animados e o desenvolvimento infantil. Mesmo há alguns meses de se formar ele já falou sobre este assunto em outra ocasião, para a turma de Pedagogia da PUC, abordando desenhos como O Rei Leão e Happy Feet. A proposta é que tanto futuros(as) pedagogos(as) possam reconhecer os estereótipos infantis e saibam como lidar com situações-problema com seus alunos, quanto as próprias crianças saibam se reconhecer nos desenhos e perceber que mesmo o personagem mais querido passa por dificuldades, ou mesmo o mais diferente consegue superar seus problemas, vendo ali um espelho para seu desenvolvimento.
Flávio salienta sempre que não se deve passar um filme para alunos em escola sem se contextualizar e sem levantar uma discussão posterior, ou mesmo sem um motivo apropriado. E, no caso das crianças, não é indicado a transmissão do filme completo, mas de cenas que possam ser, de uma ou outra maneira, mais fáceis para o reconhecimento das crianças da situação a ser discutida.

Foto: Jhéssica Remer

Comentários