Pular para o conteúdo principal

Biografia intitulada “Paulo Pimentel"



Nesta quinta-feira (7), o empresário Paulo Pimentel, presidente do grupo de comunicação que leva seu nome (GPP), completa 80 anos e comemora o aniversário com mais uma conquista de vida, o lançamento de sua biografia intitulada “Paulo Pimentel, Momentos Decisivos”, em uma sessão de autógrafos para convidados na sede da Editora O Estado do Paraná. O livro de autoria de Hugo Sant’Ana, transmite as experiência vividas desde o convite feito a Pimentel, por Ney Braga – então, candidato eleito ao Governo do Paraná – para assumir a secretaria de Agricultura do Estado. Traz também um relato sucinto sobre as atividades de Paulo Pimentel, como político e empresário, destacando o que ele classifica como “década de ouro” do Paraná, anos 60, período que abrange os governos de Braga e dele próprio. Publicado pela Travessa dos Editores, o livro apresenta estilo simples e didático, é dividido em duas partes e traz diversas fotos escolhidas pelo próprio biografado para ilustrar a publicação. A obra, que mostra os bastidores da política paranaense, ajudará a completar um pouco mais a escassa bibliografia atual sobre grandes políticos do Estado.Para desenvolver o livro, o jornalista Hugo Sant’Ana, realizou cerca de 30 entrevistas, durante oito meses. “Conheci Paulo Pimentel, na época em que eu era redator da Tribuna do Paraná e fui escalado para entrevistá-lo. Ele chegava a Curitiba para assumir a Secretaria da Agricultura. Desde então, sempre estivemos próximos e, em uma de nossas conversas, surgiu a idéia de escrever a biografia”, conta. Segundo Sant’Ana, o livro foi escrito ao longo de 2007 e é composto por diversos fatos que marcaram a vida do biografado e, também, a história do Estado. “A trajetória de Paulo Pimentel está ligada a muitos acontecimentos importantes e interessantes. Ele foi governador em plena ditadura; quase que as eleições não foram realizadas, mas ele conseguiu ser o último governador da época a ser eleito pelo voto popular”. Com uma memória e saúde invejáveis, Pimentel revela que o autor conseguiu tirar dele até informações inéditas, que estão reveladas no livro. Segundo ele, muitos fatos que mesmo sendo registrados, acabaram esquecidos: “Muita coisa os mais antigos lembram, porque estão nas páginas dos jornais da época. Mas pela primeira vez estão sendo condensadas em um livro”, diz ele.Outro ponto que ganha realce são as experiências vividas com os presidentes militares. Naquela época, Paulo Pimentel, que foi um dos cinco governadores eleitos em 1965 pelo povo, administrou o Paraná durante os anos de profunda depressão política. Paradoxalmente, ele concebeu e desenvolveu projetos e programas de grande repercussão, tendo como uma das alavancas de crescimento a integração social, econômica e cultural do paranaense. Uma das histórias aborda aconteceu durante o governo Costa e Silva, quando Pimentel era governador. Ele conta que seu bom relacionamento com o presidente garantiu ao Paraná a manutenção da Assembléia Legislativa do Estado. “Eles fecharam a Assembléia de São Paulo e o Costa e Silva me disse que ia fechar a do Paraná”, diz, lembrando que convenceu o presidente a voltar atrás. “Ele desistiu e rasgou o decreto.”O livro reconstitui também importantes episódios ligados aos veículos de comunicação dirigidos por Paulo Pimentel que sofriam a pressão da ditadura. Um dos fatos marcantes foi a invasão da redação dos jornais, estúdio de rádio e TV por policiais para acabar com a liberdade e intimidar a resistência civil liderada pelo ex-governador.
Entre as várias narrativas, Sant’Ana destaca o encontro de Paulo Pimentel com Ney Braga, pois segundo ele, é o marco que desencadeou os demais acontecimentos. “Daquele encontro resultou o surgimento de um dos principais responsáveis pela mecanização e modernização da agricultura do Estado e, também, aos demais fatos que resumem a essência do livro, que é o próprio título (Paulo Pimentel, Momentos Decisivos)”, explica.

Serviço:
Título: Paulo Pimentel, Momentos decisivos
Autor: Hugo Sant’Ana
Editora: Travessa dos Editores
Nº de páginas: 281
Estará a venda em bancas e livrarias nas próximas semanas

Comentários